26 de fev de 2016

Véspera de Inverno | #EuNoCafofo



Já disse que amo poemas? Não? Bom: eu amo poemas. Uma vez li em algum lugar (que não me recordo qual) que tem um pedaço do escritor em cada verso e quem o lê, deve fazer com os olhos do coração abertos. 

Lídia Peixoto tem 18 anos e é mineira. Escreve no blog Cantinho da Escrita e é parceira aqui no Cafofo (para saber mais sobre o Blog clica aqui). Em seu e-mail, ela descreve o poema assim "(...) escrevi ano passado, em uma época de muito aprendizado na minha vida", então chega de papo e vamos aos sentimentos de Lídia:


Véspera de Inverno
- Por Lídia Peixoto

Os dias para ela já não eram mais os mesmos
Apesar de ser uma garotinha doce e amigável
Sua sensibilidade fora brutalmente congelada pelo tempo
Às vezes buscava abrigo em abraços acolhedores
Poderia ser o suficiente para não passar frio
A busca por sentimentos que a acalmasse era incansável
O próprio desconsolo esquentava-a

O sorriso pelo qual todos diziam ser belo
Encontrava-se escondido dentro de sua boca ressecada pela friagem
Vivia em constante duvida
Voltaria a sorrir novamente?
Não desejava se machucar outra vez
O inverno acabará de chegar a seu coração
Acomodou-se e não tinha data para partir

A pobre garota já estava cansada de tanta procura
Conseguira apenas um agasalho fino e rasgado no caminho
Era o bastante para atravessar a ventania que estava por vir
Ventos de um inverno rigoroso
Aconchegou-se em um canto
Enrolada nos panos úmidos de seu agasalho
Decidira esperar
Esperaria ate que o verão surgisse  

***

Quer ver seu texto aqui também? Clica aqui e saiba como.

Nenhum comentário :

Postar um comentário