17 de ago de 2016

Se Eu Ficar | resenha.

"Imagine a cena: você está em pé no ônibus, com o livro nas mãos, toda arrumada para sair e de repente, lágrimas começam a rolar e a borrar toda sua maquiagem. As pessoas a sua volta te olham de canto de olho, outras te encaram, seu marido apenas revira os olhos (mais que acostumado com essa cena)..." 
- Memórias de Uma Bookaholic



Brincadeiras a parte, foi assim que terminei de ler "Se Eu Ficar".

Entre Alice Cooper e Beethoven.

"Em uma manhã de fevereiro, Mia sai para um passeio de carro. E, em um instante, tudo muda. Todas as escolhas se perderam, menos uma. A única que realmente importa. Se Eu Ficar é um conto belíssimo sobre a força do amor, o verdadeiro significado da família e as decisões que todos nós precisamos tomar.


Apesar de se sentir deslocada, como toda adolescente, Mia de 17 anos, sente-se assim porque na sua casa, a "careta" é ela. Seus pais são roqueiros (e seu irmãozinho estava no caminho de se tornar um), seu namorado é um "rockstar" e sua banda estava começando a ganhar notoriedade. Mia, por sua vez, é meio tímida, tem poucos amigos, não consegue se encaixar no meio de todas aquelas roupas pretas, maquiagens carregadas e... toca violoncelo. No entanto, todas essas contradições não impedem Mia de ser feliz.

Foi num desses momentos de felicidade - que a gente pensa que vai durar para sempre - que tudo mudou. Todos acordaram com a notícia de que as escolas estariam fechadas por conta da neve que havia caído na noite anterior e, segundo a previsão, duraria o dia todo. Mal haviam terminado de escutar a notícia pelo rádio, o sol brilhou lá fora, derretendo a camada de gelo e como as escolas não poderiam simplesmente voltar às aulas, a família inteira resolveu sair para um passeio de carro. 

Mia lembra-se de tudo: das brigas para decidirem quem vai ser o "DJ" do carro primeiro, como estava quentinho lá dentro e a felicidade de estar com sua família. Entretanto tudo é interrompido por um caminhão chocando-se contra o carro (NÃO é spoiler) e fazendo tudo acabar. Menos para Mia, que levanta-se (jurando que está bem), corre atrás de seus pais e irmão e encontra mais uma pessoa inconsciente: ela mesma. À partir desse ponto, dividimos os mesmos questionamentos que ela: será que está morta ou será que virou um anjo?  Ela foi levada a um hospital, aonde começa a entender sua real situação e o que ela tem de fazer. Mas independente de qual for a sua decisão, entende que vai magoar muita gente (incluindo ela mesma).

Mia não fica histérica, não sai chorando e gritando, ávida por explicações. Sente-se normal, calma (até demais por tudo o que aconteceu). Ouve as conversas da equipe médica, olha para ela mesma e conta-nos algumas de suas lembranças mais importantes, sempre mantendo em mente que uma decisão tem de ser tomada e ninguém pode fazer isso por ela. 

***

"Se Eu Ficar", me deixou deprimida quando terminou - queria mais. Em muitos momentos quis abraçar a Mia e chorar com ela, em outros fiquei apenas "observando", sem ter o que opinar. Mia foi corajosa, madura e faz com que, nós leitores, a admirássemos por todas as suas escolhas. 

Pensem numa resenha difícil de fazer. Então, me senti num "campo-minado" evitando dar revelações e spoilers, porque o livro é super direto (e isso é uma das coisas que eu mais gosto em um livro). Em nenhum momento senti a leitura arrastada e quando terminou, eu fiquei desolada querendo mais. Sim, há um segundo livro, mas como sou muito receosa com continuações, não tenho certeza se lerei tão de imediato. Concluindo: "Se Eu Ficar" cumpre o que promete, na verdade, vai muito além disso. O livro é espetacular. 


Título Original: If I Stay
Autora: Gayle Forman
Ano de Publicação: 2013
Nº de Páginas: 224
Editora: Novo Conceito
Classificação: Literatura estrangeira; Ficção; Drama. 

6 comentários :

  1. Não li o livro, preferi ver o filme que estava de mais fácil acesso para mim. Gostei muito! Fiquei de boca aberta quando o filme acabou ''Ué, e o que vem depois?''. Como chama a continuação?

    P.S Não está dando para conversar com você pelo whatsapp, mas queria dizer que eu vi Como eu era antes de você <33 Chorei rios haha.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigaaa, você acredita que eu assisti ao trailer do filme e comecei a chorar?! Sério, vou ver se consigo assistir hoje ;)
      A continuação chama: "Para Onde Ela Foi" e pelo que entendi, é a visão do Adam sobre as coisas.

      Meu whats não tá abrindo, cara. Estou num tormento só. Não sei se a culpa é da atualização do cel ou sei lá :'( tenho novidadesss ;)
      Sobre você ter assistido ao filme: ele é lindo, né?!

      Beijocas <3

      Excluir
  2. ESSE LIVRO! GENTE, ESSE LIVRO!
    Eu estava no começo do meu namoro quando eu o li, e tenho essa mania de me colocar no lugar de qualquer personagem. Então imagine a minha situação?
    Sobre a continuação: leia. Apenas leia. É tão boa quando Se Eu Ficar. É maravilhosa, eu chorei tanto quanto no primeiro. São meus dois livros preferidos de romance <3
    Adorei a resenha. Transmitiu todos os sentimentos do livro sem dar spoiler. Maravilhoso!
    Beijos ;*

    It's Geekly | @wendyfaquim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Wendy,
      primeiramente: seja muito bem vinda ao Cafofo <3

      Então, cara, imagino como você deve ter ficado angustiada. Mesmo. Agora estou ansiosa para ler a continuação, mas ainda receosa.

      Obrigada pela visita,
      volte sempre!
      Beijocas,
      Rebeca Grauer.

      Excluir
  3. Adorei seu blog e suas resenhas! Parabéns!
    Beijos!

    Dalvan Linhares,
    www.literatudotextos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Dalvan!
      Seja muito bem vindo ao Cafofo.

      Muito obrigada, viu?!
      Beijocas e volte sempre.

      Excluir