22 de jan de 2016

Sobre Desistir de Si | #EuNoCafofo


Semanas atrás recebi uma notificação no meu instagram de um novo seguidor e curiosa como sou já fui dar uma observada no perfil e me apaixonei. Vários textos pequenos, mas intensos e decidi que queria compartilhar com todos (foi de lá que eu tive a ideia do projeto). Entrei em contato com o(a) autor(a) e perguntei se poderia respostar em meu blog, muito atencioso(a) disse que sim, mas que preferia manter anonimato.

Sem mais delongas, apresento a vocês o primeiro texto #EuNoCafofo:

***
Sobre Desistir de Si.
Por: @ninguem.me.leia  (link clicável)

“Não quero ser exemplo nenhum, não quero melhorar em nada mais na vida. Desisti de lutar, desisti de mim"

Enquanto ouço essa confissão rebelde, tomo um café forte e amargo, porque café de verdade é assim. Vejo que você está curioso pra saber o que vou dizer. Em outras brigas você já me acusou que sempre tenho uma resposta pra tudo. Claro que tomei isso como elogio, odeio gente sem opinião pra qualquer coisa, mesmo você tendo colocado isso em tom de crítica. Mas aqui estamos, eu bebericando meu café, você me encarando seriamente e a veia da sua testa que lateja como nunca, mostrando que você está mais nervoso do que parece.
Em tom provocativo começo minha frase com o clássico "você é tão poético, que mesmo com esses dizeres rebeldes, poderia organizar o que disse em estrofes de 4 versos". Adoro quando você vira os olhos para o que eu digo, sinto que consegui te atingir. Quero ver se algum dia você vai parar de me ameaçar e realmente levantar e ir embora me deixando sozinha. Quando acontecer, já tenho tudo planejado. Vou levantar, em tom de briga implorar em voz alta pra não me deixar, por fim gritarei que te amo. Parece meio bizarro, mas o plano só é esse porque sei que você não vai a lugar algum sem mim.

***


Quer ver seu texto aqui também? Clique aqui e saiba como!

Nenhum comentário :

Postar um comentário