21 de jan de 2016

Quem Está Perseguindo Zero-Zero- Au? | resenha



É tempo de férias, diversão, leituras diversas e crianças. Na verdade férias me lembram de crianças. Crianças correndo pela casa, crianças ao sol, crianças se sujando, enfim... Crianças. E pensando nisso resolvi fazer uma resenha de um livro muito especial para mim.


Era uma manhã quente de domingo e meu pai tinha ido me buscar na casa de uma coleguinha em que eu havia passado a noite. Assim que entrei no carro já avistei o livro de capa laranja e um simpático cachorrinho de língua para fora. Como não tinha muitos livros e muita vontade de escrever, logo me empolguei, mas tive de esperar até a noite para iniciar a leitura. Devia ter por volta de uns oito anos, então demorei uma semana, mais ou menos, para terminar e começar a ler de novo o livro que veio ser um dos meus favoritos até hoje.

Lançado em 1996 na Alemanha, escrito por Thomas Brezina, um autor alemão que escreve as aventuras que gostaria de viver, “Quem Está Perseguindo Zero-Zero-Au?” é um livro descontraído que cativa crianças, jovens e até adultos. Sua escrita introduz nuances de romance-policial de um jeito sutil e agradável. As páginas estão recheadas de aventuras e nos deixa curiosos.

“Meu nome é Bond... Bob-Bond!”
Lina, Lu e Bastian são três crianças que vivem em um internato e saem às escondidas para irem ao cinema. Lina diz que eles são protetores de animais, mas no internato animais são proibidos. Ao pararem para ler o horóscopo chinês escutam um carro “cantando pneu” e um cachorrinho fugindo dele, na hora se prontificaram a parar o carro e impedir tamanha atrocidade.  O que a princípio não notaram é que o cachorrinho tinha se escondido na mochila de Lina e agora teriam de leva-lo ao internato e esconde-lo para que ninguém o notasse. O perseguidor de cachorrinhos não desistiu tão fácil assim de Bob, chegou até a fazer rondas intermináveis no internato e visitas surpresas para as crianças. Tudo estava seguindo muito bem, quando três capangas do Dr. Kliener raptaram o cachorro sob a desculpa de que ele tinha uma doença muito grave para cachorros e seres humanos e não haver mais cura, devido ao tempo que Bob passou longe da clínica veterinária do homem de sobretudo cor de areia. Porém depois de uma olhada na lista telefônica, descobriram por fim que essa clínica não existia, então o Bob foi raptado sem nenhum motivo aparente, foi aí que Lina lembrou que tinha tirado a coleira de Bob Bond e ao apertá-la ela se abriu e descobriram uma mensagem de um tal Richard que estava preso no porão da empresa de cosméticos Belinda.
As três crianças, com ajuda do cozinheiro e de sua namorada foram atrás da empresa e do Bob, uma verdadeira perseguição policial.
***
Enquanto escrevia essa resenha eu resolvi ler de novo, são 98 páginas com algumas ilustrações. Hoje já consigo ler em meia hora e adorar cada palavra.
No Brasil foi lançado pela Coleção Vaga-Lume Júnior em 1998.

Título Original: Wer Macht Jagd auf Nul-Nul-Wuff?
Editora: Ática
Ano de lançamento no Brasil: 1998
Autor: Thomas Brezina
Número de Páginas: 103
Aonde comprar:
Livraria Pacobello - R$ 11,00



Nenhum comentário :

Postar um comentário