27 de jan de 2016

A História Sem Fim | resenha.



 

Lembro-me exatamente do dia em que o livro em questão entrou na minha vida. Estava na sexta série e o professor mandou todos os alunos irem a biblioteca da escola (eu sempre fui uma visitante assídua de lá) para escolherem a leitura do fim do semestre.  Como era uma das últimas da lista de chamada, obviamente que todos os livros “bons e empolgantes” para pré-adolescentes já haviam saído, mas nunca tive preconceito, leio de tudo. Incrivelmente quando entrei na biblioteca o livro estava lá e a capa me chamou muito a atenção. Minha mãe sempre teve uma certa resistência ao fantástico e ao sobrenatural e a hora que ela viu o livro falou anos na minha orelha, porém eu já estava encantada demais com a história que infelizmente tem fim.


Michael Ende é um autor alemão que escreve sobre o fantástico e o irreal e põe temas do nosso cotidiano em debate. Publicado em 1979, no mesmo país do autor, arrebatou fãs pelo mundo todo. Foi adaptado para o cinema, mas apenas a primeira parte do filme segue fielmente o livro, em geral as outras duas partes são novas histórias e aventuras.
Muito mais do que seu olho pode ver

Bastian é um garoto gorduchinho, sonhador  e solitário que está fugindo dos valentões da escola que o menospreza e o xinga.  Durante sua fuga entra numa livraria e dá de cara com o dono do lugar, um figurão mal encarado com cara de “buldogue velho”. Esse senhor, o Karl faz perguntas ao menino e o menino se encolhe cada vez mais, pois as perguntas o atingem e ele se magoa. Após um belo interrogatório, eles são por fim interrompidos pelo telefone da livraria, o Sr. Karl vai atender, praticamente nesse instante Bastian percebe o livro que o velho estava lendo, o livro que por sua vez parecia ter força própria e atrair o menino a pegá-lo. Bastian analisou bem a capa, presumiu que o livro não tivesse gravuras, mas mesmo assim, sem pensar no que estava fazendo, pegou o volume e saiu correndo da livraria. Correu o mais rápido que pode e chegou ao colégio. Estava de fato muito atrasado para a aula, então como não podia voltar para casa foi em direção ao sótão da escola e lá iniciou sua aventura, ainda como Bastian.

“ Não parecia ter gravuras, mas as letras que iniciavam os capítulos eram grandes e muito ornamentadas. Examinando melhor a capa, descobriu duas serpentes, uma clara e outra escura, que mordiam uma a cauda da outra, formando uma figura oval. Dentro dessa figura, em letras cuidadosamente traçadas, estava o título: A História sem Fim”

A história começa em Fantasia, com um fogo fátuo/mensageiro correndo. Fantasia está em perigo, mas o Salvador já chegou. Só ele pode salvar Fantasia, só ele consegue impedir que o Nada  se apodere das histórias e do Reino da imperatriz Criança – a soberana de Fantasia. Bubu, o fago fátuo encontra-se com mais três outros mensageiros que também presenciaram o Nada. Porém, para que o Salvador faça seu papel, é necessário que ele seja encontrado. Para isso um jovem caçador e seu simpático cavalo foram enviados para a Grande Busca.

***

(Definitivamente não sei escrever textos pequenos e passar tudo o que quero).
Apesar de se enquadrar em literatura infanto-juvenil, “ A História Sem Fim” é um livro tanto para crianças, como para adultos (pais principalmente), pois mostra o dilema de um pré-adolescente que é menosprezado e acaba se fechando em seu próprio mundo e não explorando seu potencial.  As páginas estão recheadas de aventuras e muitas surpresas, pode parecer clichê, mas o livro toma um rumo completamente diferente do que imaginamos e o final, mais surpreendente possível. 
Leia a história de Michael Ende de mente e coração abertos.


Título Original: Die Unendliche Geschichte
Editora:
 Martins Fontes
Ano de lançamento no Brasil:
 2005
Autor: Michael Ende
Número de Páginas:
 392
Aonde comprar:
Estante virtual/ Livraria Amaral – R$ 24,00 (+ frete)

Nenhum comentário :

Postar um comentário