30 de ago de 2013

"Inferno", Dan Brown | resenha.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Confesso que quando fiquei sabendo que Dan Brown tinha escrito um novo livro, fiquei
obcecada. Infelizmente não comprei o livro no dia do lançamento, mas valeu a pena esperar. Imaginava um novo escândalo envolvendo maçons, illuminattis ou qualquer outra seita/sociedade secreta, ainda mais com este nome, que convenhamos, não é muito peculiar ou agradável.

O Inferno de Dan
Para começar, o livro já tem um título impactante, que prende e instiga a imaginação do leitor. O livro tem como temática um outro inferno: o de Dante Alighieri, mais conhecido  por seu livro “A Divina Comédia”, aonde ele narra sua trajetória desde o mundo Inferior até o Superior, passando por três fases: Inferno, Purgatório, Paraíso. O poema é dividido em cantos, composto por tercetos que remetem a Divina Trindade.
Voltando ao Inferno de Dan Brown, o livro trás novamente o personagem Robert Langdon, famoso professor de História da Simbologia de Harvard, só que desta vez, despido de toda a antiga formalidade dos livros anteriores. Como já disse antes, imaginava que este livro iria focar na Igreja novamente, porém, tirando as basílicas, igrejas, e o próprio Dante, desta vez não há conspiração, nem sociedades secretas. Apenas um professor com amnésia e um cientista maluco querendo exterminar a raça-humana.
Apesar de tudo, o livro tem o incrível dom de nos prender. Dan Brown parece que se libertou de suas formalidades, e abordou assuntos polêmicos que nos faz parar pra pensar na existência humana, porém ainda continua com o seu estilo enigmático que, na minha modesta opinião, ficou bem pior (no bom sentido) neste último romance.


Busca e Encontrarás
 
"No coração da Itália, Robert Langdon, o professor de Simbologia de Harvard, é arrastado para um mundo angustiante centrado numa das obras literárias mais duradouras e misteriosas da história: O Inferno, de Dante Alighieri.

Numa corrida contra o tempo, ele luta contra um adversário assustador e enfrenta um enigma engenhoso que o leva para uma clássica paisagem de arte, passagens secretas e ciência futurística. Tendo como pano de fundo poema de Dante, e mergulha numa caçada frenética para encontrar respostas e decidir em quem confiar, antes que o mundo que conhecemos seja destruído."
Tudo começa com uma perturbadora mensagem da Sombra, apenas uma prévia do que está por vir. Após esse episódio, nos deparamos com um pesadelo do professor, que acorda num hospital sem ter a mínima ideia de como foi parar lá. Apesar de ter dormido “por dois dias” ele sente-se muito bem para questionar a jovem (e bela) doutora que se encontra na sala. Sienna Brooks tenta lhe explicar o que aconteceu quando uma mulher entra atirando na sala, matando um outro médico e correndo atrás de Langdon (que apesar de ter ficado em coma, está perfeitamente apto a sair correndo de roupinha de hospital por aí). A Dra. Brooks, sem nenhuma explicação, resolve ajudar seu paciente, e a partir daí sua vida vira um caos.
Sienna o conduz até seu apartamento, e o informa que ele é o portador de um objeto muito peculiar, uma embalagem com abertura biométrica e por coincidência, só Robert Langdon consegue abrir. O estranho objeto, na verdade é uma pintura: o Mappa Dell'inferno, de Sandro Botticelli retratando perturbadoramente o poema de Dante.
 Eles descobrem que esta pintura foi alterada com as palavras “cerca trova” que em italiano significam “busca e encontrarás”, palavras que aparecem o tempo todo nas alucinações de Langdon, que por sua vez não faz a menor ideia de que procurar.
Após uma tentativa de pedir ajuda ao consulado americano, ele descobre que não é só a mulher de preto que vem tentando matá-lo e sim, mais pessoas. Porém, ele luta com todas as suas forças porque tem um cientista maluco difundindo uma teoria sobre “exterminar parte da humanidade, para poupar uma extinção total dela daqui a alguns anos”. Este homem, é um verdadeiro amante de Dante e sua obra, da qual ele faz uso e referências para deixar suas pistas por aí.
Robert ajudado por Sienna passa a fugir e fazer uma verdadeira caça ao tesouro pela Itália e ao final de tudo, chega em Istambul, aonde sua aventura tem fim.

                                                        ***

O livro tem mais reviravoltas do que eu esperava, mas não deixa de ser interessante. Seu final é bem surpreendente, e o destino dos personagens também. Deve ser lido com bastante atenção, pois tem detalhes que mais pra frente são citados. Apesar de terem partes cansativas, o livro não é monótono. É uma leitura bastante agradável e de tirar o sono.
Título original: "Inferno"
Autor: Dan Brown
Editora: Arqueiro 
Número de Páginas: 448
Ano de Lançamento: 2013 
Aonde comprar:

Livraria Saraiva: $39,90
Lojas Americanas: $35,00


Por hoje é só, espero que tenham gostado e lembrem-se:

“Os lugares mais sombrios do Inferno são reservados àqueles que se mantiveram neutros em tempos de crise moral.”

Nenhum comentário :

Postar um comentário