11 de fev de 2011

I never claimed to be a Saint...


Eu descobri o porquê de estar tão sem criatividade, tão sem rumo para o blog, mas com tanto rumo para escrever.
Eu descobri porque tem vezes que nada faz sentido, porque nada parece se encaixar no "estilo do blog".
Sabe qual era o meu problema? Um único, que me fazia passar horas e horas sentada na frente do note, tentando escrever algo que seria um bom assunto, POR CAUSA DAS PESSOAS.
Acho que eu passei tempo demais, querendo escrever o que as pessoas gostariam de ler. Acho que eu passei tempo demais pensando nos outros e não em mim. Obviamente, que esse blog é para entreter vocês meus leitores queridos, mas algo não estava fazendo sentido para mim.

Minha vontade, na verdade, era escrever textos nada pessoais, textos que não expressavam nem um pouco de minhas emoções. Porém minha vontade de escrever textos que eu me incluía, foi muito maior do que qualquer coisa. Então algumas coisinhas vão começar a mudar.
Vou escrever mais sobre o cotidiano e não mais um tema por semana. Vou tentar me dedicar mais ao blog... Vou começar a escrever o que eu gosto de escrever, óbvio que opiniões sempre serão bem vindas. Afinal, eu não quero cometer um blogcídio*.
Na verdade, eu quero passar mais o que eu sinto ao escrever, a magia que é passar para o papel (ou monitor, no nosso caso) o que eu sinto, o que eu vivo... O que eu quero. Ser livre para expressar o que eu tenho que dizer, mas não posso e o único jeito é escrever.


Espero que vocês continuem lendo e acima de tudo opinando e gostando.
"Todos têm de mudar, a vida é assim não é?
Todos têm de mudar para crescer."

*Blogcídio: by Sanro

Beiijinhos

2 comentários :

  1. Considerando que eu carrego um blog nas costas a quase dois anos e antes disso alguns outros (vários) projetos, posso te dizer o seguinte.

    A única forma de você conseguir manter um blog é escrevendo aquilo que você tem tesão por...

    No início seus visitantes serão seus amigos pessoais, mas esses provavelmente irão parar de visitar rapidamente, pq eles não estão nem aí para o que você pensa, rs... Logo, as visitas começarão a migrar destes seus amigos pessoais para gente perdida na internet que vai se identificar com o que você escreve e começar a seguir - caso você não cometa o tal blogcídio.

    Não existe fase da vida mais interessante que a adolescência, se é sobre isso que você quer escrever, sua vida, vá em frente. Na pior das hipóteses, se você não encontrar nenhum leitor interessado em saber sobre as suas desventuras, acredite... Daqui uns anos você ficará apaixonada pela sua versão mais nova e suas idéias, que lá na frente parecerão tão ridículas.

    Ah sim, pq as vezes eu tenho vergonha de textos com alguns meses de idade, imagine anos, heheh... Mesmo assim é muito legal ver como o "jovem-eu" pensava as coisas e como eu amadureci em vários aspectos - ou continuo a mesma criança de antes.

    Raios.. deixa eu parar, quando o comentário é maior que o artigo do blog é pq você exagerou...

    Espero que o comentário sirva de alguma coisa, nem que seja para mudar o contador :P

    ResponderExcluir
  2. CARAMBA! Li esse comentário duas vezes e comecei a ler a terceira, mas fiquei com preguiça.

    POISÉ, dessa vez fiquei sem palavras para falar algo desse comentário e sério, sem palavras. O ele serviu para muitas coisas... Para me fazer pensar, por exemplo.

    E é isso mesmo... E pode ter certeza que agora, mais que nunca vou manter meu blog mais ativo e com certeza... Não vou cometer um BLOGCÍCIO *--*

    Valeeew por ler <3

    ResponderExcluir